Vereadora Júlia Arruda

Blog

Notícias

Audiência provocada por Júlia assegura 1ª Conferência da Juventude

“Eles são prioridade no discurso, mas a prática comprova que eles estão longe de receber a devida atenção dos gestores públicos. Faltam oportunidades de qualificação profissional, vagas no mercado de trabalho, e até mesmo equipamentos básicos de lazer, entretenimento e esporte para os jovens de nossa capital e do nosso estado”. Foi assim que a vereadora Júlia Arruda (PSB) iniciou seu discurso em audiência pública realizada na manhã desta quinta-feira (7) para discutir as políticas públicas para juventude.

Na oportunidade, sociedade civil organizada, parlamentares e representantes do poder público puderam debater a condução e execução dessas políticas públicas. “Por ser jovem e ter me proposto a defender esta bandeira na Câmara, o que venho fazendo desde 2009, já sentia há muito tempo necessidade de provocar este debate amplo”, destacou a vereadora Júlia Arruda, propositora da audiência.

A parlamentar lembrou ainda que o Brasil é o quinto país do mundo com maior percentual de jovens na faixa etária dos 15 aos 24 anos e que responde por 50% de todos os jovens da América Latina. “É preciso que existam investimentos e projetos sérios em educação, esporte e cultura para a juventude. Também é necessário que o jovem seja incentivado a participar do debate político. Tratar com desdém estes relevantes atores da nossa sociedade é algo injustificável”, ressaltou.

Participaram do encontro, além de vereadores, representantes de entidades representativas que militam pela causa da juventude, que expuseram seus anseios e críticas na condução das políticas públicas municipais na área, e puderam receber do secretário adjunto da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Bruno Anderson, a garantia de que ainda este ano, mesmo sem recursos orçamentários, a Prefeitura de Natal irá viabilizar a 1ª Conferência Municipal da Juventude.

Resultados práticos

Além de garantir que a 1ª Conferência da Juventude de Natal seja realizada ainda em 2011, a audiência pública Juventude e Transversalidade das Políticas Públicas no âmbito do município de Natal”, proposta e coordenada pela vereadora Júlia Arruda, gerou outros resultados práticos.

Ficou acordado, por exemplo, que será formada uma comissão para rever o Projeto de Lei 313/2009, que institui o Conselho Municipal da Juventude em Natal, mas não atende necessidades dos militantes da causa.

Júlia Arruda destaca que, antes de tudo, a audiência desta quinta pode ser considerada um divisor de águas no que se refere às discussões sobre a juventude natalense. “Esse encontro serviu para abrir o debate, dar voz à juventude e deve ser entendida como um primeiro passo para instituição de uma política pública que realmente contemple a juventude, em sua transversalidade, e nas diversas esferas da Administração pública municipal”, comemorou a vereadora.
 

Categorias

Arquivo