Vereadora Júlia Arruda

Blog

Notícias

Júlia Arruda celebra os 10 anos da Casa da Ribeira

Promover a cultura sempre foi uma das bandeiras da vereadora Júlia Arruda (PSB), que desde o início de seu mandato atua como uma defensora e entusiasta do setor. Foi, inclusive, por meio do incansável trabalho da parlamentar que foi criado o Fundo Municipal da Cultura, uma antiga reivindicação da classe cultural.

E em mais uma demonstração de sua identificação com a área da cultura, Júlia Arruda propôs uma sessão solene para homenagear os 10 anos do Centro Cultural Casa da Ribeira, que será realizada no plenário da Câmara Municipal de Natal, nesta quarta-feira (24), às 18h.

“Em meio a tantas adversidades, falta de incentivo público e até mesmo privado, gostaria de ressaltar os persistentes que levaram a Casa da Ribeira a estes 10 anos de existência. E foi por respeitar e admirar essa persistência, que propus essa sessão solene. Como representante do povo e cidadã natalense, devo esse reconhecimento”, destacou a vereadora Júlia Arruda.

No entanto, apesar de ser uma sessão para celebrar o aniversário da Casa da Ribeira, o momento é também para levantar a bandeira da cultura natalense e discutir suas dificuldades. “Temos, por um dever de justiça, que pontuar os cerca de 14 anos de existência desse sonho coletivo. Porque a Casa da Ribeira não é só espaço físico. Quem tem boa memória, pode lembrar dos tempos em que a classe artística se uniu e, sem receber qualquer tostão, foi à rua na Ribeira, apresentar seus espetáculos”, enfatizou a parlamentar.

E materializando esse sonho, foi fundado no dia 6 de março de 2001 o Centro Cultural Casa da Ribeira. Em uma década de atividades, já foram mais 1.800 espetáculos diferentes, apresentados para um público de 160 mil pessoas. Além do Teatro, com capacidade para 164 lugares, o espaço comporta uma Sala de Exposições, um Laboratório de Comunicação, um Acervo Literário com mais de 1.300 títulos e um Café Cultural.

A Casa da Ribeira é uma instituição sem fins lucrativos, administrada por um grupo de artistas e produtores, através de uma associação cultural com personalidade jurídica própria e as ações do Centro Cultural são definidas em assembléias ordinárias, semanalmente.

É reconhecida como Utilidade Pública Municipal e Estadual e como Ponto de Cultura Brasileiro. O espaço foi erguido graças ao apoio da iniciativa privada, com investimentos diretos e através das leis de incentivo à Cultura Câmara Cascudo e Rouanet.

Categorias

Arquivo