Vereadora Júlia Arruda

Blog

Notícias

Júlia Arruda lutará pela continuidade de Peti no Centro Dom Bosco

Um débito de R$ 355 mil, equivalente a cinco parcelas não repassadas pela Prefeitura de Natal, pode atrapalhar o futuro de mais uma parceria com uma instituição séria que trabalha para combater o trabalho infantil em Natal. Isso é o que constatou mais uma vez a presidente da Frente Parlamentar da Criança e do Adolescente, vereadora Júlia Arruda (PSB), em visita na manhã desta segunda-feira (03) ao Centro Educacional Dom Bosco – Salesiano – no Gramoré, na zona Norte da capital.

A parlamentar, a exemplo do que fez no dia 20 de novembro passado, quando visitou o Grupamento dos Fuzileiros Navais de Natal, no bairro das Quintas, foi esta manhã ao Dom Bosco para conhecer o trabalho desenvolvido também em convênio com o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas). Lá, recebeu a informação de que as 800 crianças e adolescentes atendidos, só não ficaram sem o atendimento, porque a instituição está assumindo os custos para a continuidade das aulas de reforço escolar, oficina cultural e esporte (com pagamento de professores e oferta de alimentação).

Segundo detalhou o diretor presidente do Centro Educacional, Irmão Diógenes Saraiva, o convênio com a prefeitura existe desde 2006, tendo sido ampliado gradativamente e agora sofre o risco de acabar ou reduzir, devido à falta de repasse (são cinco parcelas de R$ 71 mil em aberto). Ele trabalha com a possibilidade de conseguir parceria com outras instituições, de uma maneira que, havendo o encerramento de um programa, outro possa ter continuidade, mesmo que contemplando menos crianças.

A presidente da Frente da Criança garantiu se esforçar para renovar os convênios, assim como solicitar o pagamento dos atrasados junto à nova administração do prefeito Carlos Eduardo Alves. Para Júlia, parceiros como o Dom Bosco precisam ser devidamente reconhecidos e aproveitados pelo poder público. Segundo relatou Saraiva, eles atuam há 28 anos e já tiveram mais projetos em parcerias com governos municipal, estadual e federal.

Com grande estrutura, eles hoje estão com várias ações desativadas, que poderiam estar ajudando também jovens e adultos com qualificação profissional e inserção no mercado de trabalho (estão parados projetos de panificação, estética e beleza, operador de caixa, promotor de vendas).

Ainda assim, o Centro firmou parceria com Petrobras para o projeto Qualificação Fomentando a Inclusão, que atenderá 800 mulheres em dois anos com cursos de corte e costura (trimestrais), e articulação com empresas, para inserções no mercado. A aula inaugural está prevista para o dia 7 de janeiro de 2013. Além disso, mantém 72 inscritos no programa Qualificação Profissional Menores Aprendizes, em parceria com diversas instituições.

Categorias

Arquivo