Vereadora Júlia Arruda

Blog

Blog

Júlia visita unidades de saúde na zona Oeste

A vereadora Júlia Arruda visitou, na manhã desta quarta-feira (6), as Unidades Básicas de Saúde da Família de Cidade Nova e Felipe Camarão II, na zona Oeste de Natal. A pedido dos moradores, que sofrem com a falta de estrutura, a parlamentar constatou que as unidades precisam da atenção urgente do poder público. Mato, lixo, obras paradas e falta de segurança dificultam o trabalho dos profissionais e põem em risco a população que recorre aos serviços de saúde.

“Em tempos de Dengue, Zika e Chikungunya, nos deparamos com um cenário realmente preocupante, logo de quem deveria vir o exemplo. Em Cidade Nova, o mato, o lixo e os entulhos da obra de reforma do prédio tomam conta do terreno, sem nenhum tipo de descarte apropriado. Além disso, a placa de reforma da unidade diz que os serviços, iniciados em junho de 2015, deveriam ter sido finalizados em setembro. Pelo que constatamos, a obra está parada”, observou a vereadora Júlia Arruda.

Em Felipe Camarão II, o cenário é semelhante. Uma parte da unidade está fechada para reforma e sem previsão para ser finalizada. A paralisação, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ocorreu porque a empresa responsável pela obra pediu um reajuste de 25% no contrato firmado com o Município. O impasse chegou à Justiça e ao Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), que fará, nos próximos dias, uma visita para vistoriar a unidade e verificar o estágio da reforma.

“E essa não é uma situação nova. Desde 2014, recebemos reclamações da população que precisa recorrer aos serviços da unidade. Para se ter uma ideia, no ano passado chegou até nós a denúncia de que o consultório odontológico não estava funcionando por falta de água na cadeira do dentista. Ou seja, percebemos que muitas vezes são problemas simples que podem ser resolvidos com um pouquinho de boa vontade”, concluiu Júlia, se comprometendo a intermediar os pleitos junto à SMS.

A vereadora ouviu da diretora da UBS de Felipe Camarão II, Maria de Fatima de Souza, que medidas paliativas estão sendo tomadas para contornar a situação. De acordo com a gestora, a unidade receberá em breve dois containers, que funcionarão como consultórios médicos para atender especialmente a demanda dos casos de Zika vírus.

Confira as fotos das visitas:

Categorias

Arquivo