Vereadora Júlia Arruda

Blog

Notícias

Situação dos Creas é tema de audiência da Câmara de Natal

A Câmara Municipal de Natal discutiu na manhã desta terça-feira (17) a situação dos Centros de Referência Especializados em Assistência Social (Creas) no município de Natal durante Audiência Pública proposta pela vereadora Júlia Arruda (PSB). Líderes comunitários e de movimentos sociais organizados marcaram presença no plenário da Casa, além de representantes do Creas, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natal (Sinsenat) e da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas).

De acordo com a vereadora Julia Arruda esta audiência foi fruto de suas visitas em todas as unidades do Creas em Natal quando viu de perto as dificuldades enfrentadas pela instituição. “Recebi diversas denúncias sobre as deficiências no funcionamento do Creas. Não há estrutura para os servidores desenvolverem um trabalho de qualidade. Faltam recursos básicos como, por exemplo, tinta para impressora”, afirmou.

A presidente do SINSENAT, Soraia Godeiro, disse que a administração municipal não está conseguindo resolver os problemas do Creas. “É revoltante ver a total falta de infraestrutura. Não tem carro e telefone nas unidades, e até para imprimir um documento é difícil. Estamos aqui para cobrar ações concretas e prazos para a resolução desse problema”, ressaltou a presidente, lembrando que o sindicato é contra a terceirização dos serviços do Creas.

Para a representante do Creas Zona Sul, Lidiane dos Anjos, a audiência representa uma oportunidade para que as autoridades tomem conhecimento dessa situação. Ela disse que a equipe da Creas conta com 122 profissionais que considera “um número insuficiente para o tamanho da demanda”.

A secretária adjunta da SEMTAS, Verônica Dantas, falou sobre as ações que a Prefeitura vem desenvolvendo para enfrentar essa situação. “Estamos reestruturando as unidades do Creas, mas os resultados não aparecem da noite para o dia. Terceirizamos o serviço da instituição para dinamizar o atendimento a comunidade porque o processo de abertura de concurso público demora algum tempo para ser concluído”, explicou.

Também participaram da audiência os vereadores Ney Lopes Jr. (DEM), Luis Carlos (PMDB) e Sargento Regina (PDT).

Categorias

Arquivo