Vereadora Júlia Arruda

Blog

Blog

Júlia visita unidades de saúde na zona Norte

A pedido dos moradores e sensibilizada pelos relatos de falta de atendimento médico, a vereadora Júlia Arruda realizou visitas às Unidades de Saúde da Família do Cidade Praia e Nordelândia/Boa Esperança, na manhã desta terça-feira (18), onde constatou a precariedade da infraestutura e da assistência prestada à população. Desde a sobrecarga dos profissionais que fazem a Estratégia de Saúde da Família, passando pela falta de médicos, de infraestrutura e equipamentos básicos, o cenário é caótico.

No Cidade Praia, onde trabalham 31 funcionários, o prédio não comporta a demanda. Em um mesmo espaço, funcionam a Recepção, o Arquivo e o setor de Preparo. Mais à frente, Direção e Farmácia dividem a mesma sala. A moradora Lúcia de Fátima da Silva, que enfrenta diariamente os transtornos, destaca a atuação dos profissionais. “Isso aqui ainda funciona porque os funcionários se desdobram para poder atender a população. Dr. Paulo [único medido da unidade] está atendendo acima do limite”, destacou a moradora. 

A situação é ainda mais crítica quando se questiona sobre a odontologia. A unidade possui dois dentistas, que estão impossibilitados de realizar atendimentos devido à falta de infraesturuta. A cadeira hidráulica está quebrada há meses e, segundo os funcionários, ainda não há um prazo para conserto do equipamento. “Questões como essa expõem um excesso de burocracia que tem penalizado a população natalense que procura nossas unidades de saúde”, analisou a vereadora Júlia Arruda.

Segundo o administrador, Francisco Edilvo Filho, já existe um entendimento entre a direção da unidade e a Secretaria Municipal de Saúde para construção de um prédio próprio. “Nós, inclusive, já identificamos um terreno que existe aqui próximo. Eu fui lá fazer as medições e agora estamos pleiteando junto à Secretaria uma definição sobre a regularização da área, recursos para possível aquisição e construção”, disse.

Nordelândia e Boa Esperança

Na Unidade de Saúde da Família do Nordelândia e Boa Esperança, o cenário não é muito diferente. Embora tenha mais adaptações e um espaço físico maior, o local também é alugado, impedindo que investimentos maiores sejam feitos em sua estrutura. Quanto ao quadro de funcionários, a situação é ainda mais crítica. São apenas duas equipes da Estratégia de Saúde da Família, com dois médicos e nove agentes, que atendem mais de 3mil famílias.

“A demanda reprimida aqui é muito grande e temos feito alguns mutirões, o que sabemos que não é o ideal”, disse a enfermeira Vera Ferreira. “De uma maneira geral, nossos maiores problemas são de infraestrutura, visto que este lugar não comportaria mais uma equipe de PSF, por exemplo. Eu entendo que o Município não pode investir em um prédio alugado e, nesse ponto, acredito que o Poder Legislativo pode ajudar, na identificação de um terreno para construção da unidade”, ponderou.

A vereadora Júlia Arruda se comprometeu a abraçar a causa, compartilhar as demandas com a Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Natal e levar os pleitos à Secretaria Municipal de Saúde. “Acredito que o mandato de um vereador deve ser feito na rua, ouvindo a população, e é isso que procuro fazer em meu dia a dia. Manhãs como esta engrandecem o nosso trabalho e nos faz ficar em sintonia com a população. Procurar soluções para as unidades de saúde do Cidade Praia e Nordelândia é mais uma causa que abraço a partir de hoje”, concluiu.

Confira as fotos:

Categorias

Arquivo